O e-commerce está na dianteira para superar a crise

O mundo está diante de uma pandemia que está alterando todas as relações de consumo. O isolamento social imposto em muitos países obrigou centenas de milhares de pessoas a se trancarem dentro de casa, colocando o pé para fora apenas em casos de extrema necessidade. Pois bem, isso derrubou o comércio em boa parte do planeta. Lojas, bares, restaurantes, entre tantos outros estabelecimentos, se viram obrigados a fechar as portas do dia para noite pelo bem da saúde pública, alterando a maneira como lidamos com o consumo.

 

Esse movimento criou uma nova onda e acabou empurrando muitos lojistas a buscarem alternativas para continuarem financeiramente vivos. O e-commerce acabou ganhando grande destaque entre os consumidores. Lojas que já tinham estabelecidos os canais online para gerar receita, se viram obrigadas a reforçar o estoque, gerenciar equipes e dar conta das demandas que, naturalmente, ficaram sobrecarregadas. Porém, por outro lado, muitos negócios perderam o rumo e, os donos, se viram em um abismo em busca de uma luz no fim do túnel. O mundo digital há anos é uma realidade consolidada para grande parte do comércio, mas quem deixou isso para trás, agora, também ficou na rabeira.

 

Segundo o levantamento de uma empresa focada em publicidade, a quarenta está gerando nas pessoas a necessidade de consumir conteúdo para passar o tempo e, dependendo do negócio, as marcas encontram oportunidades de se relacionar com quem está online e aumentar as vendas, diminuindo o impacto das perdas.

 

O problema, é que em meio a quarentena, os empreendedores se viram perdidos, sem informação e com centenas de problemas na cabeça. Achar formas de superar a crise é a principal. Nisso, a internet aparece como grande aliada dos negócios, entretanto, aderir à rede mundial de computadores requer uma série de cuidados que, em um primeiro momento, pode parecer um bicho de sete cabeças, porém, com um bom planejamento e uma consultoria para apontar o norte, pode ser uma nova guinada nos negócios.

 

Acima de tudo, é preciso buscar conhecimento sobre o tipo de negócio e qual é o objetivo a ser atingido. A Digitalents, uma empresa de consultoria, treinamentos e headhunting ligada à Transformação Digital, busca a melhor solução às diversas etapas de planejamento e implantação de um comércio eletrônico, como estudos de viabilidade econômica, busca pela melhor plataforma, indicações sobre logística e entrega, além do marketing digital. Balizado por essas informações, o negócio pode sair do papel e ficar online em pouco tempo, criando uma boa alternativa para superar a crise.

 

É claro que ninguém esperava enfrentar uma crise tão grave como esta, sem precedentes na história recente, porém, é nas dificuldades que o empreendedor encontra chances de se reinventar e criar soluções que podem significar uma mudança de perspectiva. A internet está consolidada e continua crescendo anualmente, ganhando espaço cada vez maior entre os consumidores, talvez, seja a hora de apostar nesse caminho como mais um meio de fortalecer os negócios.

Comentários