Invista no melhor formato para alavancar sua empresa na internet.

De Facebook a LinkedIn, passando por Instagram e YouTube, conheça as maneiras de divulgar conteúdo e fortalecer a relação com seu público-alvo

 

Quando você começa a estudar marketing digital, percebe que o universo online é vasto. Independente de qual seja seu ramo de atuação, a internet oferece muitas possibilidades de fazer seu negócio crescer e prosperar, e é exatamente essa variedade de opções que pode te confundir no início. Afinal, qual o melhor formato para divulgar o conteúdo sobre sua empresa? Faz sentido criar perfis em todas as redes sociais? Que estratégia digital te favorece mais – montar um website ou lançar um canal no YouTube?

 

Antes de tomar qualquer decisão, planeje

Bem, como divulgamos aqui anteriormente, o investimento em marketing digital inicia pelo planejamento. Esse planejamento vai trazer todas as informações necessárias e uma delas, que vai ser seu guia durante todo o processo, é a definição do objetivo. Qual o propósito da sua empresa em marcar presença no meio virtual? Alavancar vendas? Fidelizar clientes? Conquistar seguidores? Se tornar referência em um determinado assunto?

 

Respondida essa primeira questão, agora é saber onde seu target se encontra nesse mar sem fim nem começo, que é a internet. De que forma seu público interage? O que ele comenta na rede? Quais conteúdos ele mais aprecia? O ponto primordial aqui é escutar e conhecer a fundo seu público-alvo. É ele quem vai contribuir de forma substancial para seu planejamento.

 

Depois de traçado o perfil por completo de sua audiência e definido o objetivo, fica mais seguro desenhar as estratégias que melhor atendem às necessidades da sua empresa no momento. E dentre elas, temos a escolha do formato mais apropriado para disponibilizar as informações da sua empresa. Para te ajudar a tomar a melhor decisão, vejamos abaixo alguns exemplos.

 

Qual o melhor formato para alavancar sua empresa?

Se sua intenção é se tornar referência em um assunto e seu público prefere consumi-lo em forma de texto, a criação de um blog é o primeiro passo. Caso você já tenha um blog, talvez seja o momento de reformulá-lo para deixar a interface mais agradável para a leitura e de fácil navegação. Ou, quem sabe, este seja o momento de investir nas técnicas de SEO (Search Engine Optimization) para o blog ser melhor rankeado, de forma orgânica, nos sites de busca.

 

Se você tem um site e busca alavancar as vendas de um determinado produto, e está ciente de que seu target interage bem no Instagram, uma ótima estratégia é postar as fotos do produto no feed daquela rede social, linkando as imagens com a página de finalização da compra. Você pode aproveitar para postar conteúdo nos stories do Instagram também, seja com fotos ou pequenos vídeos apresentando seu produto. Lembre-se de estimular o engajamento do usuário com enquetes ou perguntas do tipo “você sabia” e de maneira descontraída, incentive-os a clicarem nos links diretos para seu site.

 

Caso você seja um (a) micro empreendedor (a) e desenvolva peças de forma artesanal, publicar o processo de fabricação nos stories do Instagram funciona muito bem. Os consumidores gostam de se sentir parte do processo de produção das marcas que admiram e o engajamento nesse tipo de ação flui de maneira natural. Vale lembrar que é preciso estar aberto a toda e qualquer tipo de interação, e a palavra-chave aqui é atenção. Leia atentamente todas as sugestões, críticas e quaisquer outros comentários que podem surgir e, claro, seja breve em dar retorno, principalmente para responder as dúvidas. Simpatia e comunicação são fundamentais nas interações online.

 

Pode acontecer também de seu público-alvo ter um perfil difuso e nesse caso, vale a pena compartilhar o conteúdo que você disponibiliza em várias mídias. Afinal de contas, estamos falando de diferentes pessoas que são atraídas pelos mais diferentes formatos. Há pessoas que melhor se identificam com conteúdos em forma de podcasts, pois podem escutá-los enquanto seguem para o trabalho ou faculdade. Já outras pessoas se sentem atraídas por acompanhar o dia a dia de uma empresa, por esta ter um perfil mais descolado, e preferem assistir aos vídeos que são postados nos stories do Instagram ou acompanhar as lives exibidas no Facebook.

 

Outra possibilidade é você começar por uma mídia que melhor se adéqua ao seu negócio e, aos poucos, expandir para outras, de acordo com a necessidade. É possível ver que algumas empresas iniciam por compartilhar seus conteúdos em blogs e acabam por espalhar suas raízes em um canal no YouTube ou numa página do Facebook, por exemplo. Acontece também da informação migrar de uma mídia para outra e o que vai direcionar uma estratégia como essa, que parece ser ousada à primeira vista, é o estudo de cenário e a resposta do público-alvo. Não há problema algum em readequar seu planejamento de marketing digital, contanto que isso seja feito com base em análises, monitoramentos e nos resultados alcançados a curto, médio e longo prazos.

 

Invista em chatbots para facilitar a interação

Uma estratégia digital que vem dando certo ultimamente é o chatbot, uma tecnologia vinculada à inteligência artificial que permite que robôs interajam com os usuários em chats online. Muitas empresas têm adotado essa estratégia, disponibilizando caixas de diálogo direto com o consumidor em seus respectivos sites. O chatbot pode iniciar a conversa ou reagir à medida que recebe as mensagens. Abordamos esse assunto anteriormente e você pode saber mais sobre os chatbots clicando aqui.

 

Além de sites, os chatbots têm sido incorporados em serviços diretos de mensagem, como o Messenger, do Facebook. A maioria dos usuários usa essa plataforma para se comunicar com as empresas e marcas, e você pode aproveitar essa oportunidade para mensurar as preferências e necessidades do seu público-alvo. Para quem investe no YouTube, por exemplo, uma ação interessante e eficaz é disponibilizar links dos vídeos do canal para os usuários clicarem e terem acesso direto a um conteúdo exclusivo. Essa é uma ação que também funciona para páginas de blogs e sites, assim como para divulgar os perfis que sua empresa tem em outras redes sociais.

 

E esse tal de LinkedIn, funciona como estratégia digital?

Sim! E como funciona! Com mais de 40 milhões de usuários somente no Brasil, o LinkedIn tem se mostrado uma rede social bastante poderosa, com grande potencial de interação e privilegiada visibilidade. O LinkedIn foi criado para viabilizar a comunicação entre profissionais e empresas, permitindo que estas localizem com mais precisão os candidatos ideais para as vagas que disponibilizam e aqueles tenham acesso a oportunidades de recolocação profissional. Devido aos diversos aprimoramentos feitos ao longo do tempo, a rede social hoje se caracteriza como um espaço ímpar para se investir em marketing de conteúdo.

 

Como possui uma linguagem corporativa, as empresas que disponibilizam conteúdo de qualidade no LinkedIn se destacam das demais, já que ali se encontra um público diferenciado, que leva a sério as informações que acessam. Você ganha não somente visibilidade, mas credibilidade perante sua audiência e se posiciona como autoridade no mercado. A interação acontece da mesma maneira que em outras mídias sociais, ou seja, as pessoas curtem e comentam postagens assim como compartilham-nas em suas mais variadas redes de contato. Quanto mais conteúdo você posta, mais relevância adquire. Por consequência, isso gera mais tráfego no site de sua empresa. Portanto, mantenha uma regularidade nas postagens.

 

Crie um perfil agradável e transparente, destacando os pontos fortes da sua empresa, sua missão e visão, que experiências sua marca pode oferecer aos consumidores, e deixe acessível todas as formas de contato virtual, seja link para o site institucional ou para os perfis em redes sociais. Mesmo as empresas que querem vender produtos e serviços podem se apropriar do LinkedIn para divulgá-los. O ponto aqui é manter uma linguagem cordial e leve, nada de apelações. Priorize em comunicar ao usuário de que maneira seu negócio pode favorecê-lo, sem parecer que está querendo simplesmente induzi-lo a uma compra. As pessoas desenvolvem uma relação com as marcas não só pelo consumo de produtos e/ou serviços em si, mas pela maneira como são tratadas, pelo conteúdo que agrega valor às suas vidas e pela postura da empresa. Ética, respeito e transparência são valores reconhecidos pelos usuários, e a maneira de se posicionar na internet deve manter essa mesma linha.

 

Por último e não menos importante, invista em conteúdo nos mais diversos formatos – texto, imagem e, até mesmo, vídeos. Que tal disponibilizar um vídeo interativo no LinkedIn apresentando sua empresa? Ou fazer uma minissérie dividida em vídeos curtos, que funcionariam como capítulos, para abordar temas vinculados ao seu negócio e que sejam interessantes para seu target? Em tempos de ascensão do YouTube, o conteúdo audiovisual é uma maneira atraente e criativa de compartilhar informações, responder perguntas, divulgar produtos e serviços, e facilitar experiências.

 

Com as ideias que apresentamos ao longo do texto, queremos te encorajar a investir cada vez mais no marketing digital, vendo aí uma oportunidade singular para alavancar sua empresa. Deixe nos comentários abaixo quais ideias você pretende colocar em prática e também compartilhe conosco suas experiências de sucesso.

 

Comentários