Open post

Campanhas por geolocalização: como fazer e quais os benefícios

Empresas que já entenderam a importância do marketing digital para o seu crescimento e vantagem competitiva buscam sempre novos recursos para se destacar na internet. A geolocalização é um recurso que permite aprimorar as campanhas virtuais, por meio da segmentação do mercado e consequente maior assertividade.

O endereço IP (Protocolo de Internet), que é basicamente o número de identificação de um computador na internet, e o GPS (Sistema de Posicionamento Global) ativado em dispositivos móveis são os dois principais mecanismos que possibilitam as campanhas de geolocalização.

O IP e o GPS dos potenciais consumidores fornecem dados muito relevantes aos especialistas em marketing digital. Através deles, é possível identificar o perfil do usuário, suas preferências e interesses.

Mas o que é geolocalização?

A geolocalização é o recurso que possibilita identificar a localização de uma pessoa ou objeto em um espaço específico de coordenadas. Existem várias formas de definir a geolocalização e, atualmente, localizar pessoas através dos seus dispositivos como GPS, AGPS, também conhecido como GPS Assistido, GSM, uma localização feita através de ondas de rádio, e o Wi-fi.

O recurso pode ser aplicado tanto para uso pessoal quanto para empresas. Por exemplo, é possível localizar smartphones roubados se as configurações de geolocalização estiverem ativadas neles. Já para o mundo corporativo, a vantagem está na possibilidade de realizar campanhas de marketing para públicos específicos, isto é, de realizar o geomarketing.

Como fazer geomarketing

A geolocalização pode ser usada em diferentes segmentos de mercado. A importância dela para o marketing existe à medida que o recurso permite direcionar conteúdos relevantes para públicos específicos, conforme o perfil e interesses do consumidor em um momento específico.

Deixar claro para o cliente que o que ele necessita ou deseja está geograficamente próximo a ele é uma maneira estratégica de a empresa anunciar e é útil ao internauta. O geomarketing substitui a propaganda invasiva pelo marketing eficiente e, por isso, deve ser explorado pelas marcas que querem se destacar no mercado.

A geolocalização pode ser explorada pelos profissionais de marketing de quatro maneiras: pelos clientes que estão próximos ao ponto de venda, pelos que estão dentro do ponto de venda, pelos que já visitaram ou ainda pelos que demonstraram algum interesse em visitar o estabelecimento.

Estão entre as possibilidades de fazer geomarketing:

  • Sites: pedir a localização do usuário quando este entra em um site é uma maneira bastante conhecida de fazer geomarketing. Nesse caso, o usuário pode decidir se quer compartilhar informações de localização e, caso aceite, o site poderá apresentar conteúdos específicos.
  • Check-ins: as redes sociais apresentam vários recursos para fazer check-in em um determinado lugar. Nesse caso, o papel da empresa é facilitar o check-in do usuário, seja através da disponibilização de Wi-Fi gratuito ou da criação de uma fanpage bem estruturada.
  • Geofencing: é o conteúdo apresentado em tempo real conforme a movimentação do internauta detectada pelo GPS. A empresa pode explorar dados do trânsito e outros que sejam interessantes para o usuário conforme a localização, através de aplicativos específicos.
  • Geotargeting: é a segmentação de público por meio da localização. Google AdWords e Facebook Ads são alguns meios de fazer geotargeting, já que eles fornecem dados a partir do IP dos seus usuários.

Vantagens

A principal característica da geolocalização é impactar consumidores antes, durante e após o momento da compra. A possibilidade de causar impacto ao usuário na ocasião mais apropriada é o que qualifica a otimização da campanha por geolocalização.

Conheça algumas das vantagens de utilizar o recurso para fazer marketing:

Aprimoramento de campanhas

Ter informações detalhadas sobre o consumidor potencial facilita o planejamento de campanhas de marketing, bem como favorece a tomada de decisões estratégicas. A campanha planejada com base em dados reais e precisos garante o sucesso do investimento, além de impulsionar as vendas imediatas, no caso do uso da geolocalização.

Aperfeiçoamento do negócio

Utilizar a geolocalização pode também apresentar dados que vão além dos objetivos de marketing. O recurso pode informar preferências do usuário as quais dizem respeito ao produto ou serviço em si, o que pode gerar um relatório de análise bastante útil para os gestores.

As empresas podem verificar os horários que os clientes mais frequentam o estabelecimento, compram o produto ou utilizam o serviço. Com isso, podem melhorar a qualidade de suas ofertas, a partir do que os seus consumidores priorizam.

Realizar campanhas de marketing eficientes hoje em dia significa estar em constante atualização com os recursos tecnológicos e saber escolher os mais adequados para cada objetivo. O geomarketing deve ser explorado pelas empresas que buscam impulsionar suas vendas e garantir a presença digital positiva.

Sucesso!

Open post

Por que usar vídeos nas campanhas de marketing digital?

Produzir vídeos tornou-se uma tarefa usual nos dias de hoje. O desenvolvimento de material audiovisual é uma ação que deve ser explorada pelas empresas para fins de marketing digital, uma vez que é capaz de garantir ótimos resultados para a marca.

A criação de audiovisuais exige técnica e precisa ser bem explorada para prender a atenção das pessoas. Atualmente, a utilização de vídeos é uma das principais estratégias dentro do marketing digital.

Destacar-se no ambiente virtual é um desafio diário para quem trabalha com mídias digitais. As estratégias para ter um alcance significativo na internet e uma boa conversão em vendas vão desde os tipos de abordagem ao consumidor, a produção de conteúdo relevante, boa identidade visual e diversas maneiras de manter a presença digital.

O recurso do vídeo é uma das estratégias direcionadas ao consumidor moderno, que busca conteúdo dinâmico e ao mesmo tempo de credibilidade.

Por que utilizar vídeo?

Pensar em estratégias de comunicação digital requer conhecimento técnico e experiência do profissional de marketing. Explorar materiais audiovisuais vai ao encontro dos hábitos do consumidor digital, o que favorece sua aproximação e identificação com a marca.

Veja porque utilizar vídeos nas suas campanhas de marketing digital:

1 Internautas preferem ver vídeos

Os vídeos são um dos produtos mais consumidos atualmente na internet e, segundo o Google, será o principal tipo de conteúdo até 2018. Além disso, ainda que menos pessoas parem para assistir ao material, essas serão consideradas uma audiência qualificada, uma vez que esse tipo de comunicação exige o investimento de tempo significativo do consumidor.

2 Vídeos têm a capacidade de aproximar

Os usuários da internet estão cada vez mais seletivos com relação aos diversos materiais que recebem todos os dias, ainda mais quando percebem que estes fazem parte de uma estratégia de marketing.

Os consumidores dão mais relevância aos conteúdos capazes de estabelecer uma relação de familiaridade entre empresa e cliente. Internautas navegam pela web com a intenção de interagir, conversar e sentirem-se parte da rede, como têm possibilitado os aplicativos, redes sociais, blogs e ferramentas da tecnologia da informação.

Os vídeos vão ao encontro das exigências do internauta moderno, pois são ferramentas que permitem a interatividade e aproximação com o cliente, ainda que numa relação à distância. Além disso, são muito eficientes para despertar emoções e impactar as pessoas, porque estimulam mais de um sentido humano ao mesmo tempo.

3 Vídeos ajudam a segmentar

A segmentação adequada do público-alvo e análise de dados é fundamental para o sucesso das campanhas de marketing digital. O vídeo marketing facilita ações de segmentação e eficiência nos resultados, uma vez que permite a interação com o cliente, de modo a saber exatamente o que este quer e quando quer.

A publicação de vídeos em plataformas específicas viabiliza ainda o acesso a informações precisas sobre os consumidores. Dessa forma, é possível conseguir métricas de performance que outras mídias não possibilitariam. Investir na elaboração de vídeos significa, portanto, obter dados de análises detalhados, os quais favorecem as tomadas de decisões relacionadas a novas estratégias.

Como produzir os melhores vídeos?

A produção de vídeos hoje em dia se tornou uma tarefa mais simples de ser realizada do que no passado, contudo profissionalismo quando o material for direcionado a campanhas de marketing. Veja 3 dicas para produzir e divulgar material audiovisual que gera resultado positivo para a marca:

1 Publique no blog

Os vídeos são ótimas ferramentas para serem integradas à estratégia de marketing de conteúdo. As publicações de textos que são apresentadas juntamente com vídeos são bastante aceitas pelo público, uma vez que oferecem a alternativa de entrega do mesmo conteúdo através do audiovisual.

A publicação de vídeos em blogs é capaz ainda de aumentar o engajamento do público, visto que a entrega do conteúdo torna-se mais diversificada. Com isso, o número de compartilhamentos em redes sociais aumenta.

2 Trabalhe em conformidade com a estratégia da marca

Todas as ações de comunicação da empresa devem estar alinhadas para alcançarem resultados positivos e a publicação de vídeos deve entrar nessa conformidade. A eficiência de qualquer estratégia de marketing digital começa na uniformidade de comunicação.

A padronização deve englobar a identidade visual da marca, o conteúdo apresentado e o atendimento on-line. O vídeo, por sua vez, é um dos tipos de conteúdos que mais impactam os consumidores, por isso deve ser muito bem trabalhado e traduzir a imagem da marca.

3 Invista em conteúdos informativos

Os vídeos apresentam como grande vantagem a capacidade de informar e educar o consumidor de maneira lúdica, dinâmica e interativa. Assim, o cliente potencial pode receber informações úteis para ele e sentir-se mais próximo da marca.

Usar vídeos em campanhas de marketing digital deixou de ser uma inovação e passou a ser uma obrigatoriedade nas estratégias de grandes empresas. Os audiovisuais podem ser explorados por organizações de qualquer porte, basta definir a melhor plataforma de divulgação de acordo com o público e com foco nos resultados.

Sucesso!

Open post

6 Dicas para alavancar resultados com SEO

Estar presente na internet é bem diferente de ser conhecido ou ter audiência no mundo virtual. As estratégias de marketing digital para atrair o seu público devem incluir táticas específicas de otimização, a fim de se obterem melhores resultados nos sites de busca.

O bom posicionamento de sites, blogs e e-commerce nos resultados do Google demanda investimentos em SEO, ou seja, em otimização para mecanismos de busca. Destacar-se de forma orgânica, sem precisar investir em anúncios, está diretamente relacionado a explorar as técnicas de SEO conforme os interesses da marca e os fatores de rankeamento do Google.

O que é SEO

O Search Engine Optimization (SEO) é um conjunto de técnicas de otimização para páginas da internet, como sites, blogs e e-commerce. Tais técnicas têm como objetivo atingir bons rankings orgânicos nos buscadores, isto é, de forma gratuita para as páginas, visando o aumento do tráfego e autoridade.

Fazer uso das técnicas de SEO é essencial para garantir a visibilidade no meio virtual. Cabe destacar que a consequência do bom posicionamento nas páginas de busca vai além do aumento da audiência, pois pode atrair ainda clientes potenciais e conversão em vendas.

Como alavancar resultados

A otimização para mecanismos de busca de páginas na internet amplia significativamente as oportunidades de negócios. Veja seis dicas de como utilizar as técnicas de SEO para melhorar o posicionamento de sua marca no Google:

1) Escreva conteúdo relevante

A importância de se pensar nos mecanismos de busca no momento de elaborar um texto para web é tão grande quanto a relevância que o conteúdo deve ter para o leitor. Os visitantes da sua página podem – e vão – contribuir para o aumento da sua audiência se o seu site ou blog disponibilizar conteúdo que realmente lhes interessam.

A boa qualidade e o tamanho do conteúdo, além de gerar comentários, compartilhamentos e principalmente conversão em vendas, garantirão um resultado positivo no rankeamento, por causa do tráfego e autoridade. O Google, por exemplo, desconsidera conteúdos duplicados e textos traduzidos sem revisão, penalizando os sites que praticam essas ações.

2) Pesquise as palavras-chave

Trabalhar com uma palavra-chave que não está sendo buscada resultará em um esforço em vão. O ideal a se fazer para ter sucesso na otimização da sua página é pesquisar as palavras-chave mais buscadas pelo seu público-alvo antes de começar a realizar as técnicas de SEO.

Existem várias ferramentas de SEO que apresentam as palavras-chave mais utilizadas assim como Semrush, Google Keywordplanner, Keyword Tool, entre outras. As palavras encontradas devem ser trabalhadas tanto nos conteúdos postados quanto na arquitetura do site.

3) Promova uma boa experiência

Favorecer a experiência do usuário é uma das principais estratégias de marketing digital de maneira geral. O consumidor moderno recebe muitas informações ao mesmo tempo e, portanto, seleciona as que lhe são disponibilizadas de maneira mais leve e facilitada.

Simplificar a navegação dos visitantes inclui deixar as páginas com carregamento instantâneo e otimizá-las para dispositivos móveis. A promoção da boa experiência do usuário influencia diretamente no posicionamento dos buscadores, o que faz aumentar a audiência da página.

4) Pense em um bom snippet

Snippet é o conjunto de textos de uma página específica que aparece na tela de resultados do Google. O snippet é composto por um título, uma descrição e uma URL (endereço da página).

Recomenda-se utilizar a palavra-chave no título, que é um dos principais influenciadores do posicionamento das buscas. A descrição não interfere no posicionamento de uma página do Google, contudo, deve ser bem redigida e atrativa para gerar uma taxa mais alta de cliques. A URL pode ser trabalhada com a palavra-chave, além de ter nomes intuitivos e compreensíveis.

5) Crie cross-links

Encontrar textos que tenham relação direta em diferentes páginas do seu site e relacioná-los através de links também é uma técnica de otimização para os mecanismos de busca. A criação de cross-links, como são denominados os links internos de uma página, também contribuem para aumentar o tempo de permanência do visitante no site.

6) Foque no link building

Construir uma boa relação com administradores de outras páginas faz parte de uma das principais estratégias de otimização. O link building, ou a tática para conseguir que o site seja citado em outras páginas, é uma das principais ações praticadas pelos especialistas em SEO.

Os links em sites externos indicando para sua página têm extremo valor no cálculo dos algoritmos dos buscadores. Além disso, a posição do link no site externo, o texto ao redor e a quantidade de vezes que o link da sua página aparece também somam para os resultados de busca.

Trabalhar com SEO é um desafio diário, pois os fatores de rankeamento do Google mudam constantemente e é preciso estar sempre atento à atualização deles para manter sua página no topo dos resultados. A otimização bem realizada e atualizada é capaz de manter o seu site nos primeiros resultados de busca, o que contribui para o sucesso do marketing digital da sua empresa.

Open post

Pesquisa inédita será apresentada no evento da Digitalks em Outubro

Durante todo o dia, profissionais do setor digital debatem temas práticos e atuais como Adblockers, Native Ads, BI e Performance

No dia 17 de outubro, São Paulo recebe a Conferência Mídia e Performance 2017, no Hotel Pullman Vila Olímpia. Promovido pelo Digitalks, o evento reúne profissionais do setor para debater sobre atualidades do mercado de mídia e performance, além de apontar tendências.

Com programação bastante ampla, que inclui debates e cases, uma das atrações do evento é  a apresentação da pesquisa inédita Como os brasileiros se relacionam com as propagandas nas diferentes mídias, realizada pela Opinion Box em parceria com o Digitalks. A pesquisa mostra como os consumidores nacionais lidas com as propagandas de TV, YouTube, Facebook, Instagram e WhatsApp, explorando os hábitos, como as propagandas são percebidas em cada canal e como a mídia tradicional TV interage com as demais mídias. A apresentação será realizada por Felipe Schepers, COO e Cofundador da Opinion Box.

Outra atração de destaque é a apresentação  sobre A nova cadeia publicitária: os novos e velhos players do mercado digital, baseada em um documentário de mercado realizado pelo Digitalks e a Smarty.

A Conferência Mídia e Performance 2017 acontece das 9h às 17h30 e une conteúdo e profissionais do mercado, área de negócios e networking. Entre os temas abordados estão A ameaça dos Adblockers e o futuro da mídia, Um olhar para 2018: a Mídia (como conhecemos) está acabando?, Native Ads: como fazer anúncios nativos mais eficazes, YouTube: prendendo a atenção do consumidor em 5 segundos antes que ele pule o seu anúncio e BI e Performance: como extrair insights de Social e Big Data.

“Mídia e Performance são temas totalmente relevantes para o mercado digital, não só no Brasil, mas em todo o mundo, principalmente sobre o futuro da Mídia.  Durante todo o dia, renomados profissionais do mercado abordam o conteúdo, unindo teoria e prática ao dia a dia das empresas. Além disso, o público tem a oportunidade de fazer negócios e ampliar o networking”, declara Flávio Horta, diretor do Digitalks.

A Conferência Mídia e Performance acontece no Hotel Pullman Vila Olímpia, que fica na Rua Olimpíadas, 205, das 9h às 17h30, reúne Conteúdo, Coffee Breaks e negócios e tem lotes de desconto para inscrições antecipadas. A inscrição deve ser feita no site da Digitalks, através do link. Informações através do e-mail forum@digitalks.com.br ou do telefone (11) 3159-1458.

Sobre o Digitalks

O Digitalks é a principal empresa brasileira que leva conhecimento e oportunidades de negócios através de mais de 50 atividades anuais, preparando pessoas e transformando empresas para a nova realidade digital.

Desde 2009, o Digitalks realiza eventos em todo o Brasil, dissemina conteúdo em diversos canais de comunicação –incluindo portal de notícias, revista e TV Online–, realiza cursos de capacitação e conecta pessoas, incentivando a geração de negócios sólidos. Integrante do mesmo grupo corporativo do iMasters e E-Commerce Brasil, a empresa tem como objetivo fomentar o setor digital.

O projeto é um oferecimento de Facebook, Google, Mercado Livre e Twitter e é mantido pelas empresas 2Bots, A² Business Intelligence, Accenture Interactive, Adjust, Agência Linka, Akna, All iN Marketing Cloud, Apiki, Awin, Buscapé, Buzzmonitor, CI&T, Contentools, CRP Mango, Dinamize, Gamned, GhFly, GTC, Hi Plataform, HostGator, IgnitionOne, Infobip, Kwanko, leadlovers, LinkBrand, LinkedIn, Locaweb, Lomadee, Media Response, Oath, PwC, RD Station, Seekr, SEO Marketing, Trakto, Ve Interactive, Video Click, Vitrio, Vtex Partner, Wix e Xtech. O projeto tem o apoio de ABRADi,  APP Brasil, Cidade Marketing, Digitais do Marketing, E-Commerce Brasil, EraTransmidia, Fenapro, IAB Brasil, iMasters, MestreGP, MMA, Mundo do Marketing, Putz Filmes, Siegel Press e Startupi.

Serviço – Conferência Mídia e Performance 2017

Data: 17 de outubro (terça-feira)

Horário: das 9h às 17h30 (conteúdo, coffee breaks e negócios)

Local: Pullman Vila Olímpia – Rua Olimpíadas, 205, Vila Olímpia

Investimento: a partir de R$ 299,00

Inscrições aqui

Informações: forum@digitalks.com.br e (11) 3159-1458

Open post

Como escolher ferramentas de monitoramento de redes sociais para ampliar os resultados da sua empresa?

Trabalhar com marketing digital exige paixão, profissionalismo e assiduidade nas redes sociais. Um social mídia deve ter conhecimento profundo da marca para a qual está trabalhando, além de ser capaz de visualizar o estágio em que a empresa se apresenta nas redes sociais. O foco deve ser os resultados positivos para a marca, contabilizado através das conversões.

Estágios do marketing de redes sociais

Gerenciar mídias sociais com o intuito de gerar resultados para a empresa requer clareza de cada estágio desse tipo de marketing digital. Existem quatro principais fases pelas quais o marketing de mídia social passa:

1 Pesquisa

Neste estágio, você deve coletar o máximo de informações sobre o seu público, seus interesses, em quais redes sociais estão suas personas e seus concorrentes. Dessa maneira, você estará apto para entender o que seu público espera, decidir em quais redes sociais estar presente e qual a melhor maneira de se posicionar em cada uma delas.

2 Engajamento

A segunda etapa de maturidade do marketing de mídia social é atrair os clientes para acessarem e interagirem com suas páginas. O alcance pode ser feito de diversas maneiras, como através de ofertas, publicação de conteúdo de oportunidade ou até anúncios pagos.

A interação frequente e séria com o cliente traz ótimos resultados para o alcance das publicações, como também contribui para a fidelização do público. A exposição também deixa a marca vulnerável a receber críticas negativas, contudo, se respondidas com assiduidade e profissionalismo, surte efeito positivo, como em credibilidade para a empresa.

3 Capacitação

A etapa de capacitação diz respeito a coletar as informações fornecidas pelo público-alvo, analisar os dados e definir qual o caminho a seguir para alcançar resultados positivos e significativos.

Gestores, equipes de operações, de marketing e outros funcionários, se necessário, devem receber os dados a serem consultados sobre os rumos da empresa. A equipe de marketing digital deve estar alinhada aos objetivos e capacidades da empresa, a fim de atingir o máximo de conversões a partir das mídias sociais.

4 Otimização

O quarto estágio para melhorar os resultados do marketing digital é a otimização do público ideal para impulsionar as estratégias do seu negócio. A participação de gerentes regionais, proprietários e CEO’s é fundamental nesta etapa. Eles devem analisar a inteligência social da empresa para definir a otimização do negócio.

A otimização acontece quando a empresa realiza uma mudança significativa para melhor atender seu público. Assim, é importante que os analistas deixem-se influenciar pelos dados recebidos, para que possam determinar a mudança.

Como escolher as melhores ferramentas

Escolher as melhores ferramentas de monitoramento de redes sociais é uma importante função do profissional de marketing digital. Assim, esse profissional garantirá a presença constante e adequada nas redes, satisfazendo os objetivos da empresa. Veja quatro fatores que devem ser levados em conta na escolha das melhores ferramentas:

1 Custo-benefício

O fator custo-benefício inclui conhecer quais tipos de dados e informações serão entregues pelo programa ou aplicativo escolhido. Para avaliar essas questões, é muito importante também saber os objetivos da empresa com o marketing digital, pois as diferentes ferramentas interferem na análise de dados e, portanto, nas estratégias a serem elaboradas.

2 Funções

As ferramentas oferecem diferentes tipos de funções, que podem ser mais úteis e complexas ou mais simples e gerais, como determinar o alcance, perfil dos seguidores, engajamento, tráfego para o site da empresa, entre outros diversos dados.

O nível de inteligência das ferramentas pode torná-las mais caras, porém, poupará o tempo do analista de mídias sociais, que o investirá em tarefas mais estratégicas, como em análise de dados e elaboração de estratégias mais impactantes.

3 Relatórios e exportação de dados

Uma ferramenta de monitoramento completa deve disponibilizar dados e informações através de relatórios e exportação de dados. As informações obtidas devem ser apresentadas de maneira clara, de modo que facilite o trabalho do analista de mídia social.

4 Alertas e suporte

Existem ferramentas que oferecem funções de alerta de crise e suporte, como no caso de alguém fazer alguma reclamação pública da empresa nas mídias sociais ou citação negativa.

Essa ferramenta é importante para a reputação digital da marca, que será muito mais facilmente controlada com programas e aplicativos que disponibilizam funções de alerta e suporte.

O que não pode faltar

Os critérios para escolher a melhor ferramenta de monitoramento podem ser os mais variados, desde a escolha do preço até funções complexas ou de comodidade para os profissionais de marketing. Por outro lado, existem algumas funções que não podem faltar, como:

• Audiência: é de extrema importância conhecer os números sobre a audiência de cada publicação e perfil, pois só assim é possível estabelecer e redefinir metas a curto e médio prazo.

• Palavras-chave: o fornecimento de palavras-chave com base no engajamento e interesse do público não só facilita o trabalho do profissional de marketing, como o aprimora, de modo que ele pode produzir conteúdo mais relevantes.

• Atendimento: boas ferramentas oferecem serviço de atendimento on-line. O bom atendimento é fundamental para a qualidade dos serviços de gestão de mídias sociais, tanto para a entrega de resultados quanto para resolver problemas de forma imediata.

Gerenciar redes sociais vai muito além de publicar e interagir com o público. O trabalho exige visão ampla, análise de dados e o máximo de comprometimento. O ideal é investir nos profissionais especializados e ótimas ferramentas para garantir a presença digital efetiva e estratégica.

Sucesso!

Posts navigation

1 2 3 4 22 23 24