7 ações para sua estratégia de carreira

Como é difícil colocar em prática tudo aquilo que planejamos em nossa carreira e objetivos de performance profissional!

Uma grande parte do fracasso na execução do planejado está em não transformar nossas estratégias em pequenas ações cotidianas e fazer com que cada uma delas construam, aos poucos, o ponto aonde se quer chegar. Carlos Ghosn, CEO da Renault e Nissan, e um dos 25 executivos mais influentes do mundo afirma que 5% do sucesso é planejamento e 95% é execução.

Confira a seguir 7 dicas práticas para colocar mais execução em seu planejamento de carreira, deixá-lo mais concreto e, assim, conseguir o engajamento necessário para a concretização do que foi planejado:

  1. Tornar tangíveis seus objetivos de carreira

A dica aqui é muito simples: materialize o cenário atual e seus objetivos, torne-os visíveis! Limpe a mesa da sala de jantar, pegue alguns post-its ou papéis coloridos e mão na massa!

Em uma extremidade da mesa desenhe seu cenário atual, o ponto em que sua carreira está hoje, aquilo que te causa desconforto. Na extremidade oposta posicione seu objetivo de carreira ou que pontos de sua performance profissional deseja melhorar.

Ver onde estamos e a distância de nossos objetivos nos faz criar novos padrões neurais e ligações químicas que associadas à prática contribuem para a concretização do planejado, habituando o cérebro a este cenário de conquista.

Como nos diz Ram Charan, “a execução é uma disciplina. Nenhum atleta jamais teve sucesso sem disciplina e treino”.

  1. Seja honesto com seus objetivos 

Este ponto é de importância fundamental para irmos em frente. Muitas vezes, nas sessões de coaching executivo, encontro clientes que trazem como objetivo, por exemplo, uma declaração bastante clara e direta ao ponto: “Quero mudar de emprego!” Pergunte-se com sinceridade que tipo de emoção está por trás deste objetivo.

De acordo com a resposta, este objetivo final pode mudar drasticamente transformando-se em: “Na verdade, quero me relacionar melhor com meu chefe”. Há diversas estratégias para melhorar os relacionamentos no ambiente de trabalho e mudar de emprego talvez seja a menos eficiente.

Participar de grupos para discussão de assuntos corporativos, programas de voluntariado, realizar palestras internas sobre suas atividades são algumas das possíveis estratégias. O importante aqui é que seu objetivo de carreira faça sentido para você, para que você “compre” a ideia de todo o seu planejamento.

  1. Tenha indicadores de sucesso

Muito tempo, estudo e suor será investido na execução deste planejamento de carreira. Tenha muito claro para você todos os sinais de que seu planejamento foi bem sucedido. Além disso, ter clareza sobre quando irá alcançá-lo.

Tudo pode ser mensurado, quantitativa ou qualitativamente. Crie seus próprios indicadores de que o retorno sobre seu investimento valeu a pena! Esta é a única maneira de saber exatamente onde está e a que velocidade que está se movendo.

  1. Entenda seu contexto

Continue estruturando seu cenário, materializando tudo o que está impactando seu momento e de certa forma impedindo que passos consistentes sejam dados em direção aos seus objetivos profissionais.

Aqui não cabe censura ou julgamento. Tudo é importante. Como é possível evoluir com o objetivo de “tornar-me o próximo na linha de sucessão em um ano” sem ser bastante honesto consigo mesmo e compreender que “tenho medo de que meu companheiro não aprove essa ideia”.

Nas palavras de Peter Druker: “Planejamento de longo prazo não lida com decisões futuras, mas com o futuro de decisões presentes.”

Portanto, entenda todos estes pontos que o seguram hoje, brinque com suas anotações. Elas concorrem com seu cenário atual, bloqueiam ou correm paralelamente? Qual destes pontos que, uma vez resolvidos, irão acelerar a minha carreira e farão com que todos os outros percam a importância?

  1. Entenda o passo a passo até seu objetivo final

Peço agora que você dedique especial atenção para este espaço vazio entre seu cenário atual e seu objetivo futuro. Qual o intervalo de tempo para que essa meta se realize? O que realmente interessa neste ponto é que o tempo para execução das ações planejadas seja factível.

É impossível “concluir uma transição de carreira” em 30 dias! Proponha-se a ações menores, entenda o encadeamento entre cada uma delas. Cada ação será o trampolim para a próxima. Nas palavras de Bernardinho: “É importante ter metas, mas também é fundamental planejar cuidadosamente cada passo para atingi-las.”

A partir de seu objetivo profissional, pergunte-se: “O que deveria ter acontecido imediatamente antes disso?” Assim, você poderá voltar atrás ou corrigir a rota da maneira mais rápida e eficiente possível.

  1. Peça ajuda

Você já colocou tudo no papel, bem diante de você. Como aumentar a chance de bons resultados? Peça ajuda!

Conhece alguém que passou pela mesma transição de carreira que você deseja? Fez movimentos similares em outros setores? Apresente seu planejamento e a forma como suas etapas se conectam. Pergunte se esta pessoa faria alguma coisa diferente, se foi necessário colocar atenção em alguma etapa específica do caminho.

Não tem para quem pedir ajuda? Use sua imaginação! Vá para um ângulo novo ao redor de sua mesa de trabalho. Identifique alguém a quem conheça bem ou com quem se identifique pela sabedoria naquele tema (um guru, um grande executivo, um chefe exemplar). Coloque-se no lugar dele e pergunte qual conselho daria para a execução desse planejamento.

  1. Comemore cada passo

Agora é partir para a execução. Transfira o resultado final para um papel e mantenha-o sempre à sua vista e assuma um compromisso regular de checar o seu avanço.

O que fiz por minha carreira esta semana? Talvez seja melhor até agendar um horário na agenda para não esquecer. Você é capaz de manter os compromissos que assume com você mesmo?

No mais, comemore, e muito, cada pequena vitória na trajetória rumo à carreira que você realmente deseja.

 

Por Luciano Paiva

 

Luciano Paiva é PCC formado pelo Instituto Ecosocial e afiliado ao ICF. Possui 20 anos de experiência corporativa em marketing, com formação em Propaganda e Marketing pela ESPM, pós-graduação em Administração pela FGV e mestrado em estratégia pelo INSPER. Com extensões em psicanálise pelo Instituto Sedes e técnicas sistêmicas, Luciano atua com Aconselhamento e Coaching de Carreira/Executivo pela Digitalents se dedicando a inspirar pessoas a entender o sentido em suas atividades diárias e aplica-lo em sua vida pessoal e profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *